sexta-feira, setembro 29, 2006







“Boas tardes… Eu sou o Alfredo. Depois de 3 meses de intenso trabalho, ocupei o corpo desta pessoa que se diz actor e vou estar disponível para me conhecerem melhor nos dias anunciados neste cartaz aqui em baixo no post anterior, naquele lugar que também lá vem. . Podem vir conhecer-me a mim e à minha santa companheira Guida. Depois serei visitado pela morte… e que morte aquela…só vendo”

Era assim Que o Alfredo apresentaria o espectáculo que estamos a ultimar. Mas eu, Actor amador chamado Ricardo Silveira Ramos, apenas posso dizer que o trabalho que tenho tido para que este Alfredo “entre” no meu corpo tem sido árduo mas produtivo e que certamente a partir do dia 28 de Outubro dará frutos.

Sobre o espectáculo propriamente dito não posso adiantar muito, o Cortez, nosso encenador fez o primeiro texto, o “COMECTING PEOPLE”, é uma sátira ao novo riquismo e aos sinais de status na nossa sociedade, e também às relações interesseiras e sem sumo...

O segundo Texto. “A Morte Chama” é uma adaptação de um texto do Woody Allen, repesca o Alfredo para a figura masculina que vai ser visitado pela tenebrosa Morte… bem, talvez esta morte não seja assim tão tenebrosa.

Resumindo, e em termos mais pessoais, Estou ansioso pela estreia… começo a ficar um pouco preocupado, mas contente por finalmente fazer aquilo para que tanto tenho trabalhado juntamente com os meus colegas do projecto25. Agora só volta a postar aqui na véspera da estreia… e sim é uma promessa… a não ser que o Alfredo se apodere de mim definitivamente. Também não era assim tão grave… há tantos Alfredos por aí que ninguém ia notar mais um…

Nova peça estreia a 28 de Outubro

Free Counters
Free Counters